Terça-feira, 6 de Maio de 2014

Não têm vergonha na cara

de email anónimo circulando; concordo, não têm vergonha na cara; e é claro demonstra uma falta de visão da realidade da maioria dos portugueses.

 

 

INDECOROSO


Especialmente dedicada ao "sr ministro" Poiares  Maduro pelas suas "brilhantes" declarações proferidas em 05/02/2014, acerca da sustentabilidade das reformas...
 

VERGONHA é comparar a Reforma de um Deputado com a de uma Viúva.
VERGONHA é um Cidadão ter que descontar 35 anos para receber Reforma e aos Deputados bastarem somente 3 ou 6 anos conforme o caso e que aos membros do Governo para cobrar a Pensão Máxima só precisam do Juramento de Posse.
VERGONHA é que os Deputados sejam os únicos Trabalhadores (???) deste País que estão Isentos de 1/3 do seu salário em IRS.
VERGONHA é pôr na Administração milhares de Assessores (leia-se Amigalhaços) com Salários que desejariam os Técnicos Mais Qualificados.
VERGONHA é a enorme quantidade de Dinheiro destinado a apoiar os Partidos, aprovados pelos mesmos Políticos que vivem deles.
VERGONHA é que a um Político não se exija a mínima prova de Capacidade para exercer o Cargo (e não falamos em Intelectual ou Cultural).
VERGONHA é o custo que representa para os Contribuintes a sua Comida, Carros Oficiais, Motoristas, Viagens (sempre em 1ª Classe), Cartões de Crédito.
VERGONHA é que s. exas. tenham quase 5 meses de Férias ao Ano (48 dias no Natal, uns 17 na Semana Santa mesmo que muitos se declarem não religiosos, e uns 82 dias no Verão).
VERGONHA é s. exas. quando cessam um Cargo manterem 80% do Salário durante 18 meses.
VERGONHA é que ex-Ministros, ex-Secretários de Estado e Altos Cargos da Política quando cessam são os únicos Cidadãos deste País que podem legalmente acumular 2 Salários do Erário Público.
VERGONHA é que se utilizem os Meios de Comunicação Social para transmitir à Sociedade que os Funcionários só representam encargos para os Bolsos dos Contribuintes.
VERGONHA é ter Residência em Sintra e Cobrar Ajudas de Custo pela deslocação à Capital porque dizem viver em outra Cidade.

Esta deveria ser uma dessas correntes que não deveriam romper-se pois só nós podemos remediar TUDO ISTO.

publicado por raiodemundo às 20:21
link do post | comentar | favorito
Domingo, 9 de Fevereiro de 2014

Miró = Miragem

Que se venda os Miró, faz parte do buraco criminoso sem fim em que o estado se meteu no BPN, é preciso recuperar o máximo possível dos activos, não pode ser os contribuintes a pagar as trafulhices; que uma justiça corrupta espera que termine os prazos, para ter desculpa de não julgar e a culpa morrer sozinha como sempre entre as "elites".

A menos que se possa ganhar mais com eles num museu, coisa não provada, não me repugna que se venda. Não é um pintor português, nem estilo apreciado por todos. Nem sequer é uma antiguidade (menos de 100 anos). Nem pintura é forma de arte que chegue há população em geral, para ser educativa. Arte contemporânea é antes demais um negócio, não venham com tretas.

Não venham com tretas que a cultura é tudo, pois não vale mais que a comida que todos portugueses esperam ter no prato diariamente, e o desemprego e pobreza aumentada por esta austeridade não permitem.

Irritante é a "sociedade civil" só se lembrar dos casos depois deles consumados, como no caso daquele cinema em Lisboa, parado durante tempos e nada fizeram, depois é um deus nos acuda de hipocrisia. «Quanta cultura» não existe por ai no país ao abandono e ninguém faz nada, estão á espera do «último dia» para se lembrarem.

Se têm dúvidas que se faça um referendo.

publicado por raiodemundo às 20:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 22 de Dezembro de 2013

Mais um tacho político

Mais um tacho político criado para resolver trapalhada política; Chefe da policia demite-se e logo vai para um cargo no estrangeiro inexistente a ganhar o triplo do cargo anterior. Numa embaixada que vai cortando outros cargos diplomáticos provavelmente mais expressivos, vai fazer nada.

 

Enfim é a merda de país que temos, e de políticos de m....

publicado por raiodemundo às 23:12
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Dezembro de 2013

Políticos: as duas caras

 

 

publicado por raiodemundo às 12:49
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 5 de Novembro de 2013

A lei é para todos?

Hoje no jornal digital "página1" li uma crónica de que 3 menores de origem cigana (não diz a idade mas afirma serem casadas e uma estar grávida, portanto não são "tão criançãs" como afirma), que por pareceres da Segurança social e do Ministério Público foram dispensadas da obrigatoriadade de ir á escola, com a desculpa de tradições da comunidade, ora isso é ridiculo:

1-tradições primitivas e prejudiciais não devem ser apoiadas,

2-aceitar diferenças destas não estão a apoiar a integração social nacional,

3-se se acham diferentes então é porque não são portugueses,

4-atitudes destas é xenofobismo ou mesmo racismo por parte dos ciganos, não chorem a afirmarem que são vitimas daquilo que eles mesmo propagam,

5-o mais importante é que a lei é igual para todos, não pode haver excepções.

publicado por raiodemundo às 18:22
link do post | comentar | favorito
Domingo, 3 de Novembro de 2013

deve ser mentira...

de email anónimo circulando:

 

 

Como a memória dos portugueses é MUITO CURTA, e só se lembra do que se passou ontem, é conveniente que renviem este mail, para avivar as memórias, ou os mais distraídos........

VIVE no ESTORIL, NUMA DAS CASAS QUE ERA DO EMPRESÁRIO JORGE DE MELO (na Quinta Patino) e, ao que consta, é também proprietário de mais um lote anexo (tudo em nome de sociedades offshore).

VIVE, SEM SE ESCONDER numa  mansão no Estoril, bem perto da escola de hotelaria: uma excelente piscina sempre aquecida, um jardim, casa de bonecas para a neta, ar condicionado (vindo de um pais nórdico) e um casal de caseiros, vindos da Colômbia expressamente para o cargo (muito úteis, pois não sabem uma palavra de português).

A esposa actual (Xana, durante muitos anos,uma das muitas amantes que tinha e a quem oferecia carros topo de gama), esbanja em compras para ela e amigos (botas, roupas, animais - cada coisa na ordem dos 600 euritos, simples prendinhas numa tarde de ida às compras).

Oferece jantares em «restaurantes in», caça no Alentejo com amigos, passeia às descaradas por Cascais e pelo Estoril.
Tem um bruto empreendimento em Cabo Verde, na ilha do SAL
(O Sal é aquela ilha, onde o BPN criou umas "sucursais" e um banco mais ou menos virtual, com que se faziam umas operações de lavagem de dinheiro e fugas ao fisco..).

Esteve, pois, ligado ao BPN, aquele banco que estamos a pagar. E possui uma editora, à frente da qual está a excelsa Zita Seabra, primeiro deputada do PCP, depois do PSD. Gente ilustre é outra coisa.

MAIS UMAS DICAS:

0 - Tem um processo de investigação em curso,
1 - Negou coisas que o seu chefe disse.
2 - Esteve muito ligado a um grande partido,

3 - Sabe fazer umas cantarolas,
4 - Também sabe jogar golfe.
5 - Desde há uns meses nunca mais se ouviu falar dele

· De quem falamos ????

(...ver resposta abaixo ...)

Dias Loureiro!...
Há trinta anos, um advogadozeco "pé rapado", em Coimbra, a viver actualmente à grande e à fartazana, à custa da impunidade que grassa neste Portugal.
É o dono do maior Resort Turístico da Ilha do Sal...
Alguém dá por ele na nossa imprensa?
Como vêem é fácil fazer esquecer um roubo superior a mais de 5 mil milhões de euros, quando se tem amigos bens instalados.
______________________________

publicado por raiodemundo às 00:19
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 2 de Novembro de 2013

Justiça injusta

Condenar aquele soldado da GNR, por em serviço ter matado um menor que desconhecia ir na viatura que alvejou, menor esse levado pelo pai para o ajudar a praticar roubo, pai cadastrado, fugitivo da justiça, e levando arma na viatura; mas que pensam estes juízes acham que se pode deter os criminosos apenas por palavras ?

Se se dá uma arma a policias, é claro que é para fazer uso, não é um efeito da farda, criminosos em fuga deter viaturas com tiros potencialmente mortais é algo concebível, não foram deliberadamente para matar, mas se aconteceu, só se pode lamentar, a culpa é desse pai desnaturado.

Esta mania em Portugal de condenar policias por fazerem o seu serviço dá uma má mensagem aos criminosos.

publicado por raiodemundo às 23:58
link do post | comentar | favorito
Sábado, 28 de Setembro de 2013

Políticos

publicado por raiodemundo às 15:46
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 10 de Setembro de 2013

A Indústria dos Incêndios

in circulando por email:

 

Por José Gomes Ferreira

A Indústria dos Incêndios

 

I. Parte

 

 Oficialmente, continua a correr a versão de que não há motivações económicas para a maioria dos incêndios. Oficialmente continua a ser dito que as ocorrências se devem a negligência ou ao simples prazer de ver o fogo. A maioria dos incendiários seriam pessoas mentalmente diminuídas. Mas a tragédia não acontece por acaso. Vejamos: 1 - Porque é que o combate aéreo aos incêndios em Portugal é TOTALMENTE concessionado a empresas privadas, ao contrário do que acontece noutros países europeus da orla mediterrânica? Porque é que os testemunhos populares sobre o início de incêndios em várias frentes imediatamente após a passagem de aeronaves continuam sem investigação após tantos anos de ocorrências? Porque é que o Estado tem 700 milhões de euros para comprar dois submarinos e não tem metade dessa verba para comprar uma dúzia de aviões Cannadair? Porque é que há pilotos da Força Aérea formados para combater incêndios e que passam o Verão desocupados nos quartéis? Porque é que as Forças Armadas encomendaram novos helicópteros sem estarem adaptados ao combate a incêndios? Pode o país dar-se a esse luxo?

 

 2 - A maior parte da madeira usada pelas celuloses para produzir pasta de papel pode ser utilizada após a passagem do fogo sem grandes perdas de qualidade. No entanto, os madeireiros pagam um terço do valor aos produtores florestais. Quem ganha com o negócio? Há poucas semanas foi detido mais um madeireiro intermediário na Zona Centro, por suspeita de fogo posto. Estranhamente, as autoridades continuam a dizer que não há motivações económicas nos incêndios…

 

3 - Se as autoridades não conhecem casos, muitos jornalistas deste país, sobretudo os que se especializaram na área do ambiente, podem indicar terrenos onde se registaram incêndios há poucos anos e que já estão urbanizados ou em vias de o ser, contra o que diz a lei.

 

 4 - À redacção da SIC e de outros órgãos de informação chegaram cartas e telefonemas anónimos do seguinte teor: "enquanto houver reservas de caça associativa e turística em Portugal, o país vai continuar a arder". Uma clara vingança de quem não quer pagar para caçar nestes espaços e pretende o regresso ao regime livre.

 

 5 - Infelizmente, no Norte e Centro do país ainda continua a haver incêndios provocados para que nas primeiras chuvas os rebentos da vegetação sejam mais tenros e atractivos para os rebanhos. Os comandantes de bombeiros destas zonas conhecem bem esta realidade. Há cerca de um ano e meio, o então ministro da Agricultura quis fazer um acordo com as direcções das três televisões generalistas em Portugal, no sentido de ser evitada a transmissão de muitas imagens de incêndios durante o Verão. O argumento era que, quanto mais fogo viam no ecrã, mais os incendiários se sentiam motivados a praticar o crime…

II. Parte

 

 Participei nessa reunião. Claro que o acordo não foi aceite, mas pessoalmente senti-me indignado. Como era possível que houvesse tantos cidadãos deste país a perder o rendimento da floresta – e até as habitações – e o poder político estivesse preocupado apenas com um aspecto perfeitamente marginal? Estranhamente, voltamos a ser confrontados com sugestões de responsáveis da administração pública no sentido de se evitar a exibição de imagens de todos os incêndios que assolam o país. Há uma indústria dos incêndios em Portugal, cujos agentes não obedecem a uma organização comum mas têm o mesmo objectivo – destruir floresta porque beneficiam com este tipo de crime. Estranhamente, o Estado não faz o que poderia e deveria fazer:

 

 1 - Assumir directamente o combate aéreo aos incêndios o mais rapidamente possível. Comprar os meios, suspendendo, se necessário, outros contratos de aquisição de equipamento militar.

 

 2 - Distribuir as forças militares pela floresta, durante todo o Verão, em acções de vigilância permanente. (Pelo contrário, o que tem acontecido são acções pontuais de vigilância e combate às chamas).

 

 3 - Alterar a moldura penal dos crimes de fogo posto, agravando substancialmente as penas, e investigar e punir efectivamente os infractores.

 

 4 - Proibir rigorosamente todas as construções em zona ardida durante os anos previstos na lei.

 

 5 - Incentivar a limpeza de matas, promovendo o valor dos resíduos, mato e lenha, criando centrais térmicas adaptadas ao uso deste tipo de combustível.

 

 6 - E, é claro, continuar a apoiar as corporações de bombeiros por todos os meios.

 

 Com uma noção clara das causas da tragédia e com medidas simples mas eficazes, será possível acreditar que dentro de 20 anos a paisagem portuguesa ainda não será igual à do Norte de África. Se tudo continuar como está, as semelhanças físicas com Marrocos serão inevitáveis a breve prazo.

publicado por raiodemundo às 15:02
link do post | comentar | favorito

.Pesquisa

Google

.pesquisar

 

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Para reflexão

. José Socrates (PS) x Migu...

. ALERTA A QUEM CONDUZ

. Sobre políticos

. Lista VIP

. EI, a invasão dos povos b...

. Onde está uma política de...

. Hipocrisia online

. Guerra , em poucas palavr...

. Não têm vergonha na cara

.arquivos

. Junho 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Julho 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

.BannerPublipt

.subscrever feeds