Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2007

Polêmica continua

Polêmica continua, porque este tema não é como outros de meras discussões sociais, económicas, politicas ou desportivas. É a vida.
Polémica continua, ainda hoje tema do Fórum da TSF, há quem se ache enganado.

Revelado hoje nos jornais estudo da Marktest revela que por freguesias a maioria votou Não (3583)

Sim em 1998 e Não em 2007 (16)

Não em 1998 e Sim em 2007 (613)

Não em 1998 e em 2007 (2526)

Sim em 1998 e em 2007 (1057)

Freguesias criadas após 1998 (48)

Interessante, saber como seria constituído o parlamento, se houvesse só um circulo eleitoral, em vez dos círculos por distritos e regiões autónomas.

Mas falando em morte e vida gostaria de saber qual a opinião dos Sim de quando é que acaba a vida no casos das pessoas que estão em coma? Se é pelos sinais cerebrais, porque não utilizam, o mesmo para reconhecer o começo da vida!

In Expresso pág.10 e11 27jan07sáb

Cientistas discordam sobre o início da vida


Ordem dos Médicos vai

reunir especialistas, mas já

há urna conclusão:

a ciência não tem respostas

para questões filosóficas

    'Quando começa a vida humana?' é a pergunta à qual 21 especialistas portugueses e estrangeiros vão tentar responder a convite da Ordem dos Médicos (OM). O seminário, sexta e sábado, pretende ser um contributo ao debate sobre o aborto, mas não deverá conseguir ajudar muito: os cientistas estão tão divididos quanto a opinião pública.

    Há muitas teorias, mas os médicos que falaram ao Expresso são unânimes num argumento: "A única coisa de que podemos ter a certeza é que a vida humana é um contínuo", garante o presidente do Colégio de Genética da OM, Jorge Sequeiros. O médico salienta que "a ciência não tem resposta para questões filosóficas", no entanto recorre a critérios. E Jorge Sequeiros dá um exemplo: "O sistema nervoso central - que nos separa das outras espécies, por permitir a racionalidade, por exemplo - tem sido utilizado para definir a morte e pode ser usado para o início da vida".

Outros médicos contestam este tipo de balizagem. "Na realidade actual até podemos definir metas, mas daqui a dez ou 20 anos podem estar completamen- te ultrapassadas", diz o vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Ginecologia, António Pereira Coelho. "Muitas vezes somos obrigados a destruir vida em nome da vida" e esta é uma experiência que diz ser suficiente para provar que nem sempre podem existir juizos fixos. A mesma linha de pensamento é partilhada pelo professor catedrático de genética José Rueff Tavares. "Temos muita dificuldade, salvo raras excepções, nas ciências biológicas em prever o momento seguinte". Ainda assim, Rueff Tavares defende que "o indivíduo é-o quando recebe a sua individualidade genética, e isso acontece quando se pode dizer que há fecundação". E acrescenta até: "Não tenho qualquer dúvida de que quando aquela célula se forma já lá estão os genes do pai e da mãe e aqui é indelé- vel que não somos diferentes em adultos do que somos naquele momento".

       Professor catedrático jubilado de medicina, Daniel Serrão é pe- remptório: "Nenhum aspecto do desenvolvimento contínuo do embljão, ao longo do tempo, é mais importante que o anterior ou o seguinte". A filosofia pode ter outra interpretação, mas "do ponto de vista biológico não é o tempo de desenvolvimento que define ou comprova a natureza humana de um feto em desenvolvimento. É o seu pa- trimónio genético especificamente humano, recebido de outros dois seres humanos", diz.

Cada especialidade médica tem um entendimento, e é por isso que os cientistas também divergem quando opinam sobre quando começa a vida. Para a óptica neurológica acontece quando há funções cerebrais su- periores (perto das 26 semanas de gestação), para a biologia se existem as células que vão formar o sistema nervoso (menos de 12 semanas) e para a genética perante o genoma humano (após a fecundação).

 

VERA LUCIA ARREIGOSO

varreigoso@expresso.pt

sinto-me:
publicado por raiodemundo às 12:08
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.Pesquisa

Google

.pesquisar

 

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Parlamento

. Orfanatos e IURD

. 1º de Dezembro e Catalunh...

. Tancos

. Que futuro ?

. Islã – A Ameaça Contempor...

. E porque não ?

. Para quando a mesma corag...

. Estado incentiva sequestr...

. Que justiça é esta?

.arquivos

. Junho 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Julho 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

.BannerPublipt

.subscrever feeds