Sexta-feira, 3 de Novembro de 2017

Islã – A Ameaça Contemporânea – Uma Revolução em Curso

Uma análise macabra sobre os mulçumanos, é preciso estar atentos, qual o seu objectivo ?

Que futuro nos reserva guerra religiosa (filosófica).

https://frankherles.wordpress.com/2017/02/16/isla-a-ameaca-contemporanea-uma-revolucao-em-curso/

aqui reproduzo o texto:

Islã – A Ameaça Contemporânea – Uma Revolução em Curso

Posted on by
“Mesmo se vocês [ocidentais] parassem de nos bombardear, nos aprisionando, nos torturando, nos vilipendiando e usurpando nossas terras, continuaríamos a odiá-lo porque nossa principal razão para odiá-los não cessará de existir até que vocês se convertam ao Islã”.
                                                                                                                                                           Dãbiq Magazine do ISIS
“A ignorância mata e nas guerras trazem derrotas. Embora a ignorância não seja um crime para as pessoas comuns, o é para os profissionais de segurança nacional que possuem obrigações de estudar e conhecer o inimigo, suas táticas, armas, estratégias, identificar ameaças… E, na hierarquia social de responsabilidades e obrigações também compete aos meios de comunicações públicos e privados manter à população verdadeiramente bem informada sobre ações terroristas…”                                                                                                                                                                                       Stephen Coughlin
Catastrophic Failure: Blindfolding America in the Face ohadf Ji
“Não podemos cometer o erro de ver o Islã apenas como uma religião, pois milhares de fatos atuais nos mostram que estamos diante de uma ‘ameaça planetária da jihad política’. Daí o porque da necessidade de analisarmos o Islã a partir da sua teologia política…”
                                                                                                                                                             Dra. Donatella de Cesare
Professora de Filosofia na Universidade de Roma, membro do conselho editorial da revista alemã Internationales Jahrbuch für Hermeneutik, e do Comitê Gestor da revista alemã Philosophisches Jahrbuch e das séries Wittgenstein-Studien
Prefácio
Este artigo é uma tradução livre do resumo do livro do Dr. Peter Hammond: “Escravidão, Terrorismo e Islã: As Raízes Históricas e Ameaça Contemporânea.”
Quem desejar aprofundar seus conhecimentos nessa questão atual e de vital importância para as futuras gerações, sugiro a leitura desse livro fascinante e revelador. Fascinante porque possui respostas bem ilustradas e documentadas das antigas e repetidas táticas de controle e domínio do Islã: invasões, migrações, infiltrações, desordens, levantes, guerras internas e finalmente o domínio; e, revelador, porque nos mostra que uma revolução resultante do casamento de conveniências entre a esquerda européia (francesa/alemã e o islã, ocorrida no início da década de 70, está em curso! A formação da União Européia foi o primeiro grande resultado desse revolução.
Essa é uma revolução diferente, as armas são ideias e as munições são doutrinações marxistas aplicadas nos últimos 30/40 anos em campus universitários ocidentais e hoje nutrida pela grande mídia e por migrações em larga escala de muçulmanos para o Ocidente.
No passado a grande imprensa sobrevivia da venda de assinaturas e publicidades, hoje vive e prospera através de “patrocinios” não declarados e depositados em paraisos fiscais. Atualmente “o bom” jornalista, apresentar e/ou ancora não são áqueles que redigem os melhores textos, não são aqueles que apresentam as melhores notícias… mas aqueles doutrinados no maxismo que estão reescrevendo a história conforme ordenado por Max no passado. Estão construindo novas fundações para as sociedades futuras que se fartarão nas misérias divididas para a maioria enquanto as verdadeiras fortunas serão compartilhadas por algumas poucas dezenas de pessoas – os globalistas cujo objetivo final é um só planeta, um só povo e um só governo!
E por fim, não devemos esquecer que, de acordo com a tradição islâmica o Hijrah (jihad através da migração) iniciou com a viagem de Maomé e seus seguidores de Meca para Yathrib (atual Medina) em 622 dC. Foi depois dessa hijra que Maomé pela primeira vez se tornou não apenas um pregador de ideias religiosas, mas acima de tudo um líder político e militar. Foi essa a razão de “suas novas revelações” exortando seus seguidores a serem intransigentes e violentos contra incrédulos. Significativamente, o calendário islâmico inicia com a hijra e não com a data de nascimento de Maomé ou de sua primeira “revelação”, mas com o início do Islã religioso, político e militar, implicando que o Islã jamais foi uma religião sem os componentes político e militar.
Frank Herles Matos
 
                                                                                                                                                                   Por Dr. Peter Hammond *
O Islã NÃO é uma religião e NEM MESMO um culto! É um sistema completo e integrado com componentes religiosos, legais, sociais, políticos, econômicos e militares. O componente religioso é o cavalo de troia [o engodo, a isca…] para todos os demais componentes.
O inicio da  islamização de um pais ocorre quando há muçulmanos suficientes para se manifestarem em defesa de seus “direitos religiosos” que sempre acaba se confirmando como um engodo.
Quando sociedades politicamente corretas e culturalmente diversas concordam com as exigências “razoáveis” dos muçulmanos por seus “direitos religiosos”, [sem saberem] também recebem os outros componentes sob a mesa [num mesmo pacote]. Veja como funciona:
Os dados estatísticos do livro resumido neste artigo são da CIA: The World FactBook (2007).

 

O Lento, Permanente e Gradual Plano de Conquista de Dentro para Fora

População Muçulmana por país

 

Estágio 1
Em quaisquer pais, enquanto os muçulmanos compor entre 1% à 2% da população eles serão uma minoria pacífica, e não uma ameaça para quem quer que seja. Na verdade, eles podem ser apresentados em artigos e filmes, estereotipados por sua singularidade colorida:

01       Estados Unidos           1,0%
02      Australia                        1,5%
03      Itália                                1,5%
03      Canadá                            1,9%
04      China                               1,0 à 2,0%  –  Estimativa. Dados oficiais não disponíveis
05      Itália                                1,5%
06      Noruega                          1,8%

Estágio 2
Entre 2% à 4,6% – Iniciam movimentos para influenciar e converter minorias étnicas e grupos marginalizados com grandes recrutamentos nas prisões, gangues de rua e em favelas:

01       Dinamarca         ______  2,0%
02      Reino Unido                        2,7%
03      Alemanha                             3,7%
04      Espanha                        _ _  4,0%
05      Tailândia                            _ 4,6%

 

Estágio 3
A partir dos 4,6%  – Iniciam à forçar uma influência política desproporcional à sua percentagem na população.
Nessa fase, entre outros movimentos coordenados, eles iniciam a reivindicarem alimentos halal (limpa para os padrões islâmicos), garantindo assim os trabalhos de preparação de alimentos para os muçulmanos. Eles vão aumentar a pressão sobre os supermercados para caracterizá-lo em suas prateleiras – juntamente com ameaças por falha no cumprimento, como já ocorre na França.

01       Suíça      __________   ___  4,3%
02      Suécia                     ____ ____  5,0%
03      Filipinas                       _     ___   5,0%
04      Holanda                         ______ 5,5%
05      Trinnidade e Tobago                 5,8%
06      França                          ____       8,0%

Estágio 4
Neste ponto, eles vão trabalhar para os governos dos países onde nasçeram ou residam permitam-lhes viverem sob a Sharia, a Lei Islâmica. O objetivo final do Islã não é converter o mundo, mas estabelecer a Sharia sobre todo o mundo.
Quando os muçulmanos atingirem 10% à 15% da população, aumentarão atos de ilegalidade como forma de queixas e protestos sobre “suas condições.”  Exemplo: Paris – incêndios de carros. Qualquer ação não-muçulmana que ofenda o Islã resultará em revoltas e ameaças (desenhos animados de Maomé – Amesterdã).

01       Guiana      __________   ___ 10,0%
02      Quênia                     ____ ____  10,0%
03      Russia                            ______   10% à 15,0%   –  Estimativa. Dados oficiais não disponíveis
04      Índia ____                          ____ 13,4%
05      Israel _____________              16,0%

Estágio 5
Depois dos 20% é esperado que os tumultos disparem, formações de milícia jihad, assassinatos esporádicos e queima de igrejas e sinagogas: Etiópia – Muçulmanos 32.8%
Com 40%, inicia a ocorrer massacres generalizados, ataques de terror crônicos e guerra de milícias em curso:

01       Etiópia      __________   ___ 32,8%
02      Bósnia                     ____ ____  40,0%
03      Chade                            ______   52,1%
04      Libano ____                          ___59,7%

Estágio 6
A partir de 60% você pode esperar perseguição desenfreada de não-crentes e outras religiões, esporádicos limpezas étnicas (genocídio), o uso da lei da Sharia como uma arma e o Jizya – imposto imposto aos infiéis:

01       Catar      ___________   ___ 77,5%
02      Albânia                   ____ ____  40,0%
03      Sudão                            ______   52,1%
04      Libano ____                          ___59,7%

Estágio 7
Depois que 80% se espera que a limpeza étnica e o genocídio sejam executados pelo Estado:

01 Turquia ___________________ 99,8%
02 Iraque ____________________ 98,9%
03 Marracos __________________ 98,8%
04 Paquistão _________________  98,7%
06 Faixa de Gaza (Israel/Palestina)_   98,7%
07 Irã ____________    ____ ____  98,0%
08 Judea/Samaria (Israel/Palestina)   98,0%
09 Emirados Árabes Unidos_______ 96,0%
10 Jordânia                                                   92,0%
11 Egito                                                          90,0%
12 Siria                                                           90,0%
13 Tajiquistão                                               90,0%
14 Indonésia                                                 86,1%
15 Bangladesh                                              83,0%

 

Estágio 8
100% da população é muçulmana! Seria suposto iniciar a era de paz islâmica, a ‘Dar-es-Salaam’ – a Casa da Paz Islâmica. No entanto, isto jamais ocorreu, mesmo quando todos são muçulmanos:

01 Afeganistão ___________________ 100,0%
02 Arábia Saúdita _________________ 100,0%
03 Somalia ______________________ 100,0%
04 Iémen _______________________ 100,0%
Muitos se perguntam por que a ‘Dar-es-Salaam’ ainda não foi implantada nos países onde 100% da população são muçulmanos. Até o momento nenhum estudioso conseguiu responder essa questão altamente complexa, pois envolve elementos antropológicos, religiosos, culturais, educacionais, sociais, políticos e econômicos de várias comunidades islâmicas. No entanto, talvez o livro THE HAJ, escrito por Leon Uris entre 1981 à 1983, e publicado em 1984 por Ted Swedenberg, possa nos sugerir uma resposta aproximada a esta pergunta:
“Antes de completar  nove anos eu já tinha aprendido o cânone básico da vida árabe: “Fui contra meu irmão; Eu e meu irmão fomos contra nosso pai; Minha família foi contra meus primos e o clã; O clã foi  contra a tribo;  a tribo contra o mundo e todos nós fomos contra o infiel.”  Leon Uris, ‘The Haj’
Nota
Apesar do ‘The Haj‘ ser uma novela de ficção foi baseada em memórias populares da população árabe que vivia na palestina na década de 80. “É uma história épica de amor, ódio, vingança, sofrimento e perdão. É um conto arrebatador de uma terra onde a vingança é sagrada, o ódio um sentimento nobre e a submissão da mulher uma obrigação social; uma história onde um governante árabe tenta salvar seu povo da destruição, mas não consegue salvá-los de si mesmos.”
publicado por raiodemundo às 19:52
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 16 de Abril de 2016

Para reflexão

Reproduzo aqui um texto cuja origem abaixo identificada, para reflexão:

 

Pedro Tadeu, “D.N.”, 8-3-16


Maria Luís Albuquerque é incompatível com o quê?


Maria Luís Albuquerque tinha pouco mais de 25 dias como ministra quando mentiu aos
deputados da Nação ao dizer não ter recebido informação suficiente para atuar na
questão dos empréstimos de tipo swaps contraídos por empresas de transportes
públicos. Uma troca de e-mails posteriormente tornada pública revelou que, dois anos
antes, a Direção-Geral do Tesouro alertara a então secretária de Estado de Vítor Gaspar
para perdas potenciais de 1,5 mil milhões de euros causados por esse tipo de contratos.
Ela não ligou.
Maria Luís Albuquerque mentiu novamente no Parlamento quando disse que não teve
contacto com swaps enquanto trabalhou, de 2007 a 2010, no IGCP, a Agência de Gestão
da Tesouraria e da Dívida Pública. Uma auditoria da Direção-Geral do Tesouro veio
desmenti-la, nomeadamente no caso da Estradas de Portugal, envolvendo-a como
técnica superior no processo de aprovação desses empréstimos de gestão de risco que,
por causa da incrível baixa das taxas de juro na Europa, acabaram por correr mal para o
país.
Maria Luís Albuquerque mentiu novamente sobre a Estradas de Portugal quando
garantiu não ter mandado a empresa pública alterar o seu orçamento de 2012 para a
"aliviar" dos prejuízos com maus créditos que eram do ex-BPN. Uma nova troca de emails
confirmou-o.
Maria Luís Albuquerque foi falaciosa, quase mentirosa, ao acenar ao país com a
possibilidade de devolução de parte da sobretaxa de IRS: um mês antes das eleições o
seu ministério atirou cá para fora uma estimativa de devolução de 35,3% daquilo que os
contribuintes pagaram. Logo a seguir às eleições esse valor baixou para 9,7% e,
semanas depois, chegou a zero.
Maria Luís Albuquerque garantiu em Portugal que os cortes em salários e pensões eram
provisórios mas nos gabinetes de Bruxelas, revelou a Comissão Europeia quando
negociou o Orçamento do Estado de António Costa, disse que esses cortes eram
permanentes. Em Lisboa ou em Bruxelas mentiu.
Maria Luís Albuquerque disse que não se meteu na decisão que levou à resolução do
BES e à criação do Novo Banco, foi tudo feito pelo Banco de Portugal. Jurou que esse
processo não traria custos para os contribuintes. E depois admitiu que a Caixa Geral de
Depósitos - ou seja, os contribuintes - poderia ter perdas com o Novo Banco.
Maria Luís Albuquerque é competente, ótima para ajudar uma empresa como a Arrow
Global, caçadora de dívida morta, onde quer ser administradora não executiva por uns
modestos cinco mil euros brutos mensais. A incompatibilidade de Maria Luís não é
com a vida entre abutres da finança. A incompatibilidade de Maria Luís é com a
vida política sã.

publicado por raiodemundo às 23:44
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 1 de Abril de 2016

Salários de chefes de governo

Noticia aqui obtida:

antonio_costa_ganha_quatro_vezes_menos_do_que_merkel_e_mais_nove_euros_que_o_espanhol

salarios dos chefes de governo.jpg

 E Portugal quer se comparar ao espanhol apesar deste ter uma economia superior.

Pequenos como Irlanda paga mais que seu vizinho britânico, Grêcia população não muito superior á nossa e economia de rastos paga mais, muito disparate, não só cá.

publicado por raiodemundo às 19:14
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Dezembro de 2015

BANIF - Trafulha escondido

A ler, um artigo a levantar as trafulhices escondidas do regime e dos interesses em conluio que enganam os mesmos de sempre: o povo português em geral.

 

http://observador.pt/opiniao/as-financas-sao-arma-politica-saber-puxar-gatilho/

publicado por raiodemundo às 20:53
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2015

2 tipos de pessoas

opiniao.jpg

 

tags:
publicado por raiodemundo às 20:59
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 1 de Fevereiro de 2015

Quem avisa amigo é.

aviso.jpg

 

publicado por raiodemundo às 21:36
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 28 de Setembro de 2014

Pensamento do dia (grande mulher)

A 2 de fevereiro de 1905 nasceu em S. Petersburgo a filósofa e escritora americana Alissa Zinovievna Rosenbaum, mais conhecida como Ayn Rand, falecida em Março de 1982 em Nova York. Ficou famosa esta frase dela, que se aplica como uma luva ao que vivemos em Portugal nos dias de hoje:

"Quando te deres conta de que para produzir necessitas obter a autorização de quem nada produz, quando te deres conta de que o dinheiro flui para o bolso daqueles que traficam não com bens, mas com favores, quando te deres conta de que muitos na tua sociedade enriquecem graças ao suborno e influências, e não ao seu trabalho, e que as leis do teu país não te protegem a ti, mas protegem-nos a eles contra ti, quando enfim descubras ainda que a corrupção é recompensada e a honradez se converte num auto-sacrificio, poderás afirmar, taxativamente, sem temor a equivocar-te, que a tua sociedade está condenada. “

 


AYN RAND (1950)

 

 

 

 

publicado por raiodemundo às 19:03
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Setembro de 2014

Eleitor não se esqueça...vote!

publicado por raiodemundo às 20:25
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 17 de Agosto de 2014

Um discurso original, a merda e a politica

 

 

http://www.truca.pt/fofo_material_marco_09/semana_12/txt_poema-merda.html

 

 

Texto da autoria do poeta
João Vasconcelos e Sá.

 

 

Foi lido durante um jantar, no Carnaval de 1934, na presença de um Ministro da Agricultura – Leovigildo Queimado Franco de Sousa

 

Ao Excelentíssimo Senhor Ministro da Agricultura

 

                           Exposição

 

Porque julgamos digna de registo,
a nossa exposição, Sr. Ministro,
erguemos até vós humildemente,
uma toada uníssona e plangente,
em que evitámos o menor  deslize,
e em que damos razão da nossa crise.

Senhor, em vão esta província inteira,
desmoita,  lavra, atalha a sementeira,
suando até à fralda da camisa.
Mas falta-nos a matéria orgânica precisa,
na terra que é delgada e sempre fraca.
A matéria em questão, chama-se caca.
Precisamos de merda, senhor Soisa,
e nunca precisamos de outra coisa…
Se os membros desse ilustre Ministério
querem tomar o nosso caso bem a sério;
se é nobre o sentimento que os anima,
mandem cagar-nos  toda a gente em cima
dos maninhos torrões de cada herdade,
e mijem-nos  também, por caridade…

O Senhor Oliveira Salazar,
quando tiver vontade  de cagar,
venha até nós, solicito, calado,
busque um terreno que estiver lavrado,
deite as calças abaixo, com sossego,
ajeite  o cu bem apontado ao rego,
e como Presidente do Conselho,
queira espremer-se até ficar vermelho.
A nação confiou-lhe os seus destinos…
Então comprima, aperte os intestinos.
e ai..se lhe escapar um traque não se importe…
quem sabe se o cheirá-lo não dará sorte…
Quantos porão as suas esperanças
num traque do  Ministro das Finanças…
e também, quem vive aflito e sem  recursos,
ja nao distingue os traques, dos discursos…
Não pecisa falar, tenha a certeza,
que a nossa maior fonte de riqueza,
desde as grandes herdades às courelas,
provem da merda que juntarmos nelas .
Precisamos de merda, senhor Soisa,
e nunca precisamos de outra coisa,
adubos de potassa, cal, azote;
tragam-nos merda pura do bispote,
e de todos os penicos portugueses,
durante pelo menos uns seis meses.
Sobre o montado, sobre a terra campa,
continuamente eles nos despejem trampa.
Ah terras alentejanas, terras nuas,
desesperos de arados e charruas
quem as compra ou arrenda ou quem as herda
sempre a paixão nostálgica da merda…
Precisamos de merda senhor Soisa,
e nunca precisamos de outra coisa…
Ah, merda grossa e fina , merda boa,
das inúteis retretes de Lisboa.
Como é triste saber que todos vós
andais cagando, sem pensar em nós…
Se querem fomentar a agricultura,  
mandem vir muita gente com soltura…
Nós daremos o trigo em larga escala,
pois até nos faz conta a merda rala…
Ah, venham todas as merdas à vontade,
não faremos questão da qualidade,
formas normais ou formas esquisitas.
E desde o cagalhão às caganitas,
desde a pequena poia, à grande bosta,
tudo o que vier a gente gosta ,
Precisamos de merda, Senhor Soisa ,
e nunca precisamos de outra coisa…

tags:
publicado por raiodemundo às 23:08
link do post | comentar | favorito
|

.Pesquisa

Google

.PubliGoogle

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Islã – A Ameaça Contempor...

. Para reflexão

. Salários de chefes de gov...

. BANIF - Trafulha escondid...

. 2 tipos de pessoas

. Quem avisa amigo é.

. Pensamento do dia (grande...

. Eleitor não se esqueça......

. Um discurso original, a m...

. Putin não brinca em servi...

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Julho 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.PubliGoogle

.tags

. todas as tags

.PubliGoogle

.BannerPublipt

.BannerClixSense

.subscrever feeds