Domingo, 21 de Outubro de 2012

Lição do Rato

de um email circulando:

 

 

Lição do Rato....Para pensar .....

 


Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote.

Pensou logo no tipo de comida que haveria ali.
Ao descobrir que era ratoeira ficou aterrorizado.
Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos:

- Há ratoeira na casa, ratoeira na casa !!

A galinha:

- Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda.

 

 

O rato foi até o porco e:
 
- Há ratoeira na casa, ratoeira !

- Desculpe-me Sr. Rato, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser orar. Fique tranqüilo que o Sr. será lembrado nas minhas orações.

O rato dirigiu-se à vaca e:
 
- Há ratoeira na casa!

- O que? Ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!

Então o rato voltou para casa abatido, para encarar a ratoeira.
 
Naquela noite, ouviu-se um barulho, como o da ratoeira pegando sua vítima.. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego. No escuro, ela não percebeu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher...
 
O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital.
Ela voltou com febre.
Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha.
O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal.
 
Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la.
Para alimentá-los, o fazendeiro matou o porco.

A mulher não melhorou e acabou morrendo.
 
Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo.

 

Moral da História:

Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se que quando há uma ratoeira na casa, toda fazenda corre risco. 
 
O problema de um é problema de todos!

 

Pois... isto é algo muito frequente: é a prática corrente, no séc. XXI, em Portugal. O egoísmo é actualmente a coisa mais bem distribuída (em detrimento do bom senso, apregoado como tal por Descartes, no séc. 17).  Basta ver o tempo que se espera quando se trata de entrar numa estrada/rua quando vamos de carro: não há uma boa alma que abrande para que o próximo possa entrar. Esse é um bom indicador do nível de egoísmo existente.
 
Em relação à moral da história a tirar da fábula ocorre-me o seguinte:
há uns anos atrás, no período "socratiano" (de triste memória, como aliàs o foram todos - e, ao que tudo indica, soem continuar -  após o 25 de Abril à data presente) a única "classe" poupada aos atentados contra a função pública foi (médicos à parte - esses estão a ser atacados agora) a dos profs. Os profs foram a excepção. Alguém os viu a insurgir-se contra os ataques aos restantes funcionários públicos? Não. Apenas a regatear regalias em proveito próprio. E o que aconteceu agora aos profs? Estão-se a tramar como já todos os outros se haviam tramado e continuam. E agora, parece que o Carmo e a Trindade vai desabar, porque coitadinhos, estão a perder o lugarzinho, etc., etc. e dava jeito a muitos continuarem a pavonear-se pelas escolas e a ter um horário de 22h/semana quando os outros trabalham 40 e mais, sem receber nada pelas horas extra que são obrigados a fazer totalmente "pro bono".
Não tenho nada contra os profs. Trata-se apenas de referir um paradoxo. As pessoas funcionam nessa base: se estão bem os outros que se danem. Mas depois pode-lhes acontecer como aos animais desta fábula: por arrasto provarem da mesma receita.

 

publicado por raiodemundo às 22:55
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 13 de Outubro de 2012

SEM COMENTÁRIOS...Como se suporta...

de email circulando alertando a nação, como chegamos aqui:

 

SEM COMENTÁRIOS...mas com mt revolta...

 

isto é o que toda gente sabe e eles também 

 

ACORDA POVO, PORQUE A NAÇÃO DE TI PRECISA...

 

O TEU GRITO SERÁ A TUA ARMA...

Aqui vai a razão pela qual os países do norte da Europa estão a ficar cansados de subsidiar os países do Sul. 

Governo Português 

3 governos no continente e ilhas

333 deputados no continente e ilhas

308 câmaras

4259 freguesias

1770 vereadores

30000 carros

40000(?) fundações e associações

500 assessores em Belém

1284 serviços e institutos públicos

Para a Assembleia da República Portuguesa ter um número de deputados equivalentes à Alemanha, teria de reduzir em mais de 50%
 

 

O POVO PORTUGUÊS NÃO TEM CAPACIDADE PARA CRIAR RIQUEZA SUFICIENTE, PARA ALIMENTAR ESTA CORJA DE GATUNOS!

É POR ESTAS E POR OUTRAS QUE PORTUGAL É O PAÍS DA EUROPA EM QUE SIMULTÂNEAMENTE SE VERIFICAM OS SALÁRIOS MAIS ALTOS A NÍVEL DE GESTORES/ADMINISTRADORES E O SALÁRIO MÍNIMO MAIS BAIXO PARA OS HABITUAIS ESCRAVIZADOS.

ISTO É ABOMINÁVEL!!!

ACORDA, POVO! ESTAS, SIM, É QUE SÃO AS GORDURAS QUE TÊM DE SER ELIMINADAS E NÃO AS QUE O GOVERNO FALA.

 

Faz o que te compete: divulga.

publicado por raiodemundo às 13:57
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 6 de Outubro de 2012

Exemplo da burrice dos governantes no tempo de Salazar: PONTE SALAZAR

email circulando:

 

Exemplo da burrice dos governantes no tempo de Salazar: PONTE SALAZAR

 

(Envio como recebi. Embora não queira esses tempos, na verdade a honestidade, que se conhecesse, pautava-se pela lisura de gastos... Hoje, mais do que nunca, há economistas até dar com um pau. Se calhar, muitos deles, nem para caixa de hiper-mercado serviam...)

 

 

É incrível como no tempo de Salazar, os governantes eram burros!

Vejam só este exemplo de burrice.

 

 

Esta ponte de todos conhecida (Ponte Salazar: a actual Ponte 25 de Abril), é caracterizada por algo muito estranho e incomum.

ü      Foi construída dentro do prazo e dentro do orçamento.

ü     Ou melhor dizendo, não custou três vezes mais do que o previsto e não demorou o dobro do tempo a ser feita.

ü     Com a sua construção ninguém enriqueceu, nem subitamente foram feitos depósitos nas Bahamas.

ü    O Ministro das Obras Públicas da altura, quando saiu do governo, não foi para presidente do conselho de administração da empresa da ponte. 

De facto, eram tempos muito estranhos!

publicado por raiodemundo às 15:04
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 3 de Outubro de 2012

Recordar Olivença

Foi recentemente escolhida por "concurso" do público em um site espanhol a escolha de uma igreja de origem portuguesa em Olivença, como a/o melhor local belo.

Mas comunicação social portuguesa esquece-se que Olivença (+Táliga) são um território português usurpado por Espanha.

Oficialmente a diplomacia portuguesa não reconhece a anexação do território por parte de Espanha, que por acordo internacional antigo era obrigada a devolver Olivença, mas sempre fez ouvidos moucos e até hoje deu o facto como consumado. Tristemente nunca tivemos governos com coragem para reivindicar como os espanhóis fazem em relação a Gibraltar.

Quando é que teremos um governo com "colhões" para que se nos devolva um canto do território pátrio?

 

publicado por raiodemundo às 22:46
link do post | comentar | favorito
|

.Pesquisa

Google

.PubliGoogle

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Para quando a mesma corag...

. Estado incentiva sequestr...

. Que justiça é esta?

. 2017

. Hollande está de parabéns

. Diferenças entre chefe e ...

. Roubar os filhos de outro...

. Feliz Natal 2016

. São sopeiras da maledicên...

. Soma e segue

.arquivos

. Julho 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.PubliGoogle

.tags

. todas as tags

.PubliGoogle

.BannerPublipt

.BannerClixSense

.subscrever feeds