Sábado, 29 de Outubro de 2011

A CRISE bem explicada

de um email anónimo:

 

Faz-me lembrar as agências de 'rating'........

 

A crise


Um homem vivia à beira de uma estrada e vendia cachorros-quentes.

Não tinha rádio, não tinha televisão e nem lia jornais, mas produzia e vendia os melhores cachorros-quentes da região.

Preocupava-se com a divulgação do seu negócio e colocava cartazes pela estrada, oferecia o seu produto em voz alta e o povo comprava e gostava.

As vendas foram aumentando e, cada vez mais ele comprava o melhor pão e as melhores salsichas.

Foi necessário também adquirir um fogão maior para atender a grande quantidade de fregueses.

O negócio prosperava...

Os seus cachorros-quentes eram os melhores!

Com o dinheiro que ganhou conseguiu pagar uma boa escola ao filho.

O miúdo cresceu e foi estudar Economia numa das melhores Faculdades do país.

Finalmente, o filho já formado, voltou para casa, notou que o pai continuava com a vida de sempre, vendendo cachorros-quentes feitos com os melhores ingredientes e gastando dinheiro em cartazes, e teve uma séria conversa com o pai:

- Pai, não ouve rádio? Não vê televisão? Não lê os jornais? Há uma grande crise no mundo. A situação do nosso País é crítica. Há que economizar!

Depois de ouvir as considerações do filho Doutor, o pai pensou:

'Bem, se o meu filho que estudou economia na melhor faculdade, lê jornais, vê televisão e internet, e acha isto, então só pode ter razão!'

Com medo da crise, o pai procurou um fornecedor de pão mais barato (e, é claro, pior).

Começou a comprar salsichas mais baratas (que eram, também, piores).

Para economizar, deixou de mandar fazer cartazes para colocar na estrada.

Abatido pela notícia da crise já não oferecia o seu produto em voz alta.

Tomadas essas 'providências', as vendas começaram a cair e foram caindo, caindo até chegarem a níveis insuportáveis...

O negócio de cachorros-quentes do homem, que antes gerava recursos... faliu.

O pai, triste, disse ao filho:

- Estavas certo filho, nós estamos no meio de uma grande crise.

E comentou com os amigos, orgulhoso:

- Bendita a hora em que pus o meu filho a estudar economia, ele é que me avisou da crise...



VIVEMOS NUM MUNDO CONTAMINADO DE MÁS NOTÍCIAS E SE NÃO TOMARMOS O DEVIDO CUIDADO, ESSAS MÁS NOTÍCIAS INFLUENCIAR-NOS-ÃO AO PONTO DE NOS ROUBAREM A PROSPERIDADE.


O texto original foi publicado em 24 de Fevereiro de 1958 num anúncio da Quaker State Metals Co

tags:
publicado por raiodemundo às 20:31
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 21 de Outubro de 2011

Afinal, o Goldman Sachs manda no mundo?

A ler:

 

 

http://economico.sapo.pt/noticias/afinal-o-goldman-sachs-manda-no-mundo_129681.html

tags:
publicado por raiodemundo às 23:39
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 15 de Outubro de 2011

O BARBEIRO

de email anónimo:

 

O BARBEIRO
 
 
Certo dia um florista foi ao barbeiro para cortar seu cabelo. Após o corte perguntou ao barbeiro o valor do serviço e o barbeiro respondeu:
- Não posso aceitar seu dinheiro porque estou prestando serviço comunitário essa semana.
 
O florista ficou feliz e foi embora. No dia seguinte, ao abrir a barbearia, havia um buquê com uma dúzia de rosas na porta e uma nota de agradecimento do florista.
 
Mais tarde no mesmo dia veio um padeiro para cortar o cabelo. Após o corte, ao pagar, o barbeiro disse:
- Não posso aceitar seu dinheiro porque estou prestando serviço comunitário essa semana.
 
O padeiro ficou feliz e foi embora. No dia seguinte, ao abrir a barbearia, havia um cesto com pães e doces na porta e uma nota de agradecimento do padeiro.
 
Naquele terceiro dia veio um deputado para um corte de cabelo. Novamente, ao pedir para pagar, o barbeiro disse:
- Não posso aceitar seu dinheiro porque estou prestando serviço comunitário essa semana.
 
O deputado ficou feliz e foi embora. No dia seguinte, quando o barbeiro veio abrir sua barbearia, havia uma dúzia de deputados fazendo fila para cortar cabelo.
 
Essa história ilustra bem a grande diferença entre os cidadãos do nosso país e os políticos que o administram.
 
POLÍTICOS E FRALDAS DEVEM SER TROCADOS COM FREQUÊNCIA. (SEMPRE PELO MESMO MOTIVO !!)

publicado por raiodemundo às 20:51
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 9 de Outubro de 2011

Democracia, acreditar ?

Felgueiras, Gondomar, Oeiras e agora Madeira; o povo gosta que o «fodam» e roubem mas continua a os eleger para que continuem a sua tarefa de espoliação com muito agrado.

Com políticos destes dentro do PS e PSD a onde iremos parar?

Não saímos do mesmo marasmo e cauda da Europa.

Que falta de responsabilidade. Assim a democracia deixa a desejar, como poderemos acreditar!

publicado por raiodemundo às 22:35
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 5 de Outubro de 2011

Jardim da Madeira

O circo continua na Madeira e o palhaço de serviço sempre cómico.

 

Frase cómica 1: «Se há dois países - a Madeira e o Continente -, então dêem-nos a independência»

 

Se lhes dessem a soberania tinham que declarar falência no dia seguinte, tal á divida que o palhaço-chefe lhes deixaria.

 

Frase cómica 2: «Estamos a atingir o limite da nossa paciência. Que ela se esgote da boa maneira e não da má maneira»

 

Se há paciência que se está a esgotar é a dos continentais para as palhaçadas e faltas de respeito pelos portugueses que suportam este cómico e os desvarios megalómanos.

 

Frase cómica 3: «Eles (governo de Sócrates) ainda tiravam mais dinheiro, se andássemos a mostrar o jogo todo a um governo socialista que não era sério»

 

Quem não era sério era Jardim, que assim prova a sua culpa, reconhecendo as mesmas falcatruas que os gregos praticaram. A merda de políticos que vão dar cabo da Europa, e que não respeitam a democracia e sua alternância.

 

Frase cómica 4: «Quero saber se existe algum acordo de bloco central nas costas do povo»

 

Quem anda a tramar nas costas do povo é o chefe do governo regional madeirense que esconde a má gestão, esbanjando dinheiro, nem sempre em coisas úteis, e não dizendo quem irá pagar no futuro, triste herança deixa aos madeirenses.

 

Frase cómica 5: «Dêem-me força, que eu vou negociar e não quero saber da "troika" para nada»

 

Bazófias quando o dinheiro faltar verga-se como um cordeiro, se fosse soberano já há muito teria acontecido, mas como o governo da república sempre se vergou ás suas ameaças e sempre lhe foi pondo cada vez mais dinheiro nas mãos e perdoando/assumindo dividas da região, ele continua a gastar acima das capacidades da economia da região. Tudo tem um limite. Sem a chupeta que a republica lhe dá, já há muito teriam os madeirenses descoberto a merda que ele um dia destes lhes vai deixar como herança.

publicado por raiodemundo às 22:33
link do post | comentar | favorito
|

.Pesquisa

Google

.PubliGoogle

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Islã – A Ameaça Contempor...

. E porque não ?

. Para quando a mesma corag...

. Estado incentiva sequestr...

. Que justiça é esta?

. 2017

. Hollande está de parabéns

. Diferenças entre chefe e ...

. Roubar os filhos de outro...

. Feliz Natal 2016

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Julho 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.PubliGoogle

.tags

. todas as tags

.PubliGoogle

.BannerPublipt

.BannerClixSense

.subscrever feeds