Quinta-feira, 28 de Maio de 2009

Antes e depois

BEM VISTO

 


Antes do casamento


Ele: Sim. Custou tanto esperar por este momento.
Ela: Queres que me vá embora?
Ele: - Não! Nem penses nisso.
Ela: - Amas-me?
Ele: - Claro! Muito e muito!
Ela: - Alguma vez me traíste?
Ele: - NÃO! Porque ainda perguntas?
Ela: - Beijas-me?
Ele: - Sempre que possível!
Ela: - Vais-me bater?
Ele: - És doida! Não sou desse género de pessoa!
Ela: - Posso confiar em ti?
Ele: - Sim.
Ela: - Querido!


Depois do casamento:
ler de baixo para cima.

tags:
publicado por raiodemundo às 00:09
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 27 de Maio de 2009

O inferno de Alexandra

Neste momento de sua vida deve ser o «inferno» por causa de uma justiça que não soube ver que uma criança não é um ser desprovido de emoções, não soube preparar pelo menos uma transição longa entre os dois mundos, o da cultura de origem (portuguesa) e o actual (russa), que não entende.

As mais recentes notícias não são animadoras.

Com uma mãe sem sensibilidade e paciência para conquistar a filha, a maltrata de raiva por esta mais que lógico a não «amar», não é a sua 'mãe', a que a criou e cuidou até onde a memória recorda. Uma mãe que demonstra aplicar uma educação de dureza e sem compaixão.

Tanto se fala em proteger as crianças, mas um dos violadores da felicidade das crianças é o estado que tem leis caducas e juízes sem humanidade, que aplicam leis textualmente como os fanáticos religiosos acreditam na formação do mundo textualmente como a Bíblia apresenta.

Fazer o direito assim não é fazer justiça.

publicado por raiodemundo às 00:56
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 24 de Maio de 2009

Petição por Alexandra

Pela Alexandra

 

http://www.peticao.com.pt/alexandra

tags:
publicado por raiodemundo às 17:09
link do post | comentar | favorito
|

"Mãe, vinde-me buscar"

"Mãe, vinde-me buscar"

Terá dito a menina 'russa', aos seus "pais adoptivos" que lhe telefonaram, e que a (in)justiça decretou que devia ser entregue a desconhecidos, e dum idioma desconhecido, mesmo sendo sua família, é isso que são para ela.

Justiça não é fazer o que as leis dizem abstractamente, mas sim em fazer o justo. E o justo era dar atenção aos sentimentos de uma criança que desde os 17 meses só conheceu uma família, a quem chamou de mãe e pai.

Esta criança pela cultura que teve até agora é portuguesa e não russa.

Uma criança que não compreende que mal fez para merecer o «castigo» que lhe impuseram.

Porque não compreendem que quando entregam crianças tão novas, antes da fala, até tão tarde devem manter-se na família de acolhimento até pelos menos os 12 anos, não interessa os pretensos direitos da família biológica, que teve a sua oportunidade aquando do seu nascimento senão 'aproveitou' paciência, que espere até uma idade que a criança tenha mais tino para poder decidir.

Aquele chocante pedido mostra a incompetência da «justiça» que temos.

publicado por raiodemundo às 16:23
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 20 de Maio de 2009

Governo = Máfia

Qual é o objectivo de querer impor a todos o chip nas matriculas dos veículos.

 

Será apenas para cobrança nas auto-estradas até agora gratuitas, e assim poupar na construção das portagens?

Gastam tanto e tão mal que até seria ridículo!

Será o princípio do «Big Brother» camuflado?

Pois não acredito na protecção de dados prometida!

Será só para cobrança nas auto-estradas em geral?

Mas já temos a via verde. Se nem toda gente anda ou quer andar nas auto-estradas, ou poucas vezes o faz no ano, para quê obrigar a pagar a instalação, isso parece-me um roubo, obrigar a comprar algo que não se precisa.

 

Já agora os tractores rurais também têm que o instalar? E os portageiros vão perder os empregos?

 

O governo que pague a instalação, se insiste em impor a todos.

 

Sempre a inventar ideias (vulgo impostos/taxas) para poder roubar o povo, para despesas inúteis.

 

publicado por raiodemundo às 23:54
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 17 de Maio de 2009

Sem vergonha na cara

Não têm vergonha na cara ou realmente o seu desfasamento da sociedade é tal que não ligam á opinião do "povo soberano", o "povo soberano" só serve para o 'carnaval' da época eleitoral.

Não é que os partidocratas do parlamento como sempre legislaram em causa própria, aumentando os proveitos a tirar das tetas do povo (estado) para engordar os partidos.

Em tempos de crise e dificuldade financeiras podia ter decoro e esperar por tempos de vacas gordas.

Decidamente o parlamento não devia poder legislar em causa própria, como é o caso dos seus salários; devia existir outro órgão ou ser por plebiscito.

tags:
publicado por raiodemundo às 18:05
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 9 de Maio de 2009

O império da indecisão burocrática

 

       A inércia institucional do estado continua a me deixar estupefacto. Ou será que não!
      Como o caso relato no «Expresso» de um ex-trabalhador de J. Pimenta, empresa já extinta há muitos anos, com processo em tribunal há 25 anos, sim 25 anos para o tribunal dizer sim ou não, ao pagamento de 8 meses de salários em atraso, aquando da falência da firma e ainda não foi capaz. Porquê?
      E isto entre muitos casos de processos laborais que duram tanto tempo em tribunal; tardam tanto que falham, deixam as pessoas apreensivas, sem fé no aparelho judicial que lhes deixa em problemas financeiros que não esperam por sentenças.
 
     Outro caso relatado no «Jornal de Notícias», é de uma mulher que se viu obrigada a ir a tribunal desde há 5 anos, para que a assistência social cumpra o seu dever, a atribuição do “abono de família”, por esta acolher uma criança desde seus 15 dias, e já tem hoje 15 anos, 15 anos há espera dos seus direitos, 15 anos a criar uma menor por sua conta quando a obrigação é do estado, e mais estúpido é que nem tem o estatuto de família de acolhimento, cria-se «provisoriamente» uma criança para o resto da vida! E ainda hipocritamente fala-se em muito de protecção de menores mas cumprir o que devem, nicles.
      Será que um bêbê é um contentor «provisório» numa escola durante décadas. Será que não têm o tino para enxergar que uma criança não espera, o tempo passa inexoravelmente, não está há espera que a super lenta burocracia do estado dê os ares de sua graça, em casos de crianças as decisões urgem que se tomem rapidamente.
      Diz que em tempos a assistência social lhe propôs a adopção da menor, mas que isso implicava a perca dos direitos e recusou, mas agora com 15 anos provavelmente já não poderá ser formalmente adoptada pela “mãe adoptiva”, pois passa do limite de idade.
 
     Acham que com uma “justiça” destas existe democracia e igualdade? Tenham dó, assim não vamos lá!
tags:
publicado por raiodemundo às 00:43
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 2 de Maio de 2009

Frase do dia

"Os dias prósperos não vêm por acaso. São granjeados, como as searas, com muita fadiga e com muitos intervalos de desalento."

 

 

Camilo Castelo Branco

 

Assenta como luvas nestes tempos de crise, em que se perderam os valores de perseverança, e só se pensa em enriquecer com pouco trabalho, á custa dos outros.

publicado por raiodemundo às 20:52
link do post | comentar | favorito
|

.Pesquisa

Google

.PubliGoogle

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. 1º de Dezembro e Catalunh...

. Tancos

. Que futuro ?

. Islã – A Ameaça Contempor...

. E porque não ?

. Para quando a mesma corag...

. Estado incentiva sequestr...

. Que justiça é esta?

. 2017

. Hollande está de parabéns

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Julho 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.PubliGoogle

.tags

. todas as tags

.PubliGoogle

.BannerPublipt

.BannerClixSense

.subscrever feeds