Domingo, 21 de Outubro de 2007

Defesa do povo, não me façam rir

Que valores se devem prezar? A vida, certamente.

Mas a policia (PJ) deve ter outra opinião, não é que no caso da horta envenenada arquivou o processo por falta de dados, talvez possamos admitir tal, mas certamente se fosse um simples caso de assalto a um banco ou caixa multibanco que não passa de mero dinheiro dariam caça sem fim aos culpados, agora por pimentos envenenados por algum vizinho, em vingança típica “rural” mas que podiam ter posto em risco várias vidas, não tem importância suficiente para levantar o cú da cadeira.

 

Europa, Mário Soares, e outros!

Novo tratado europeu, referendar? Nem pensar, o povo é muito burro para tal. Deve limitar-se a fazer o que suas excelências pensam e mandam, pois eles são os donos do estado.

Numa frase famosa, democracia é o "governo do povo, pelo povo e para o povo". Mas será?

A democracia, termo grego para o regime que vigorava em Atenas, é que estava de acordo com esse princípio, pois era uma democracia directa, onde os cidadãos votam as leis apresentadas para aprovação. Com as populações actuais não é prático, mas mesmo assim certos assuntos só por plebiscito é que deviam ser legais. Pois por exemplo: o salário dos políticos devia ser o povo a aprovar e não os próprios em seu interesse; a constituição; as emendas constitucionais; e outros assuntos que estão acima dos políticos. É que existe “bicho” mais hipócrita é sem dúvida os políticos e advogados, mentirosos e manipuladores por natureza.

sinto-me:
publicado por raiodemundo às 20:49
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 14 de Outubro de 2007

Mais uma semana, e tudo na mesma!?

Mais uma semana, e tudo na mesma!?
 “Optimismo e muita fé” assim são o título do artigo sobre o OE2008 do Expresso, e assim espero eu que duma vez por todas a economia recupere e alivie preocupações.
Vozes no entanto brandam que o OE2008 está já pensando nas próximas eleições, e certas medidas de equilíbrio orçamental estão na berra.
Enfim uma atitude típica de politiqueiros eleitorais. Mas todos políticos são tentados a fazer o mesmo tomar medidas que assegurem o lugar. Ou seja nada de novo!
O mesmo se passa no estranho caso de abuso de poder por parte de polícias, a meterem o nariz onde não devem. Quem estará por detrás do caso no sindicato de Covilhã: a governadora, o presidente da câmara, o chefe da esquadra, qual deles quis agradar ao chefinho tentando calar vozes incómodas.
O mesmo se terá passado na RTP num caso envolvendo José Rodrigues dos Santos e a chefia e interferências editoriais na redacção da RTP, mas sem dúvida algo que todas as chefias que por lá passaram foram tentadas a meter o dedinho, como crianças e o chupa-chupa. Ou seja nada de novo!
E citando Álvaro Amaro na ’Visão’: “Os líderes são um pouco como os melões, só abrindo é que se vê”
Pois é. Triste sorte a nossa.
Mas é a democracia e a festa continua. E uns são mais iguais que outros. Ou seja nada de novo!
sinto-me:
publicado por raiodemundo às 20:10
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 5 de Outubro de 2007

Ultimato britânico

O ministro afirma concordar com o director da PJ (se é que não foi ele a fazer pressão para a demissão) com o afastamento do cargo do responsável da PJ de Portimão, por ter feito afirmações a um jornal sobre a sua opinião da actuação da polícia britânica, talvez deontologicamente não o devesse; mas o afastamento é excessivo, ainda mais num caso tão difícil e melindroso, a meio de um processo em que o mais importante é a competência e não diatribe políticas e quejandos.

Isto soa a um novo ultimato britânico e a um ministro lambe-botas a estrangeiros habituados a ser prepotentes sobre Portugal.

É um nojo.

Nossos líderes continuam a mesma merda. Só se preocupam com futilidades.

sinto-me:
publicado por raiodemundo às 17:19
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Outubro de 2007

** Travar para pensar* *

Um texto que recebi por email, em que de deve reflectir, sobre a nossa classe 
politica de macacos de imitação que apenas sonham em aparecer ao lado dos
grandes para se julgarem grandes, mas em péssima governação.


** Travar para pensar* *

 

 

     *Há uns meses
optei por ir de Copenhaga a Estocolmo de comboio.

Comprado o bilhete, dei comigo num comboio que só se diferenciava dos
nossos Alfa por ser menos luxuoso e dotado de menos serviços de apoio
aos passageiros. *

A viagem, através de florestas geladas e planícies brancas a perder
de vista, demorou cerca de cinco horas.

*Não fora ser crítico do projecto TGV e conhecer a realidade económica e
social desses países, daria comigo a pensar que os nórdicos, emblemas
únicos dos superavites orçamentais, seriam mesmo uns tontos. Se não os
conhecesse bem perguntaria onde gastam eles os abundantes recursos
resultantes da substantiva criação de riqueza .*

 

A resposta está na excelência das suas escolas, na qualidade do seu
Ensino Superior, nos seus museus e escolas de arte, nas creches e
jardins-de-infância em cada esquina, nas políticas pró-activas de apoio à
terceira idade. Percebe-se bem porque não construíram estádios de futebol
desnecessários, porque não constroem aeroportos em cima de pântanos nem
optam por ter comboios supersónicos que só agradam a meia dúzia de
multinacionais.


*O TGV é um transporte adaptado a países de dimensão continental, extensos,
onde o comboio rápido é, numa perspectiva de tempo de viagem/custo por
passageiro, competitivo com o transporte aéreo. *


É por isso, para além da já referida pressão de certos grupos que fornecem
essas tecnologias, que existe TGV em França ou Espanha (com pequenas
extensões a países vizinhos). É por razões de sensatez que não o
encontramos na Noruega, na Suécia, na Holanda e em muitos outros países
ricos. Tirar 20 ou 30 minutos ao Lisboa-Porto à custa de um investimento
de cerca de 7,5 mil milhões de euros não terá qualquer repercussão na
economia do País.


Para além de que, dado hoje ser um projecto praticamente não financiado pela
União Europeia, ser um presente envenenado para várias gerações de
portugueses que, com mais ou menos engenharia financeira, o vão ter de
pagar.

Com 7,5 mil milhões de euros pode construir-se mil escolas Básicas
e Secundárias de primeiríssimo mundo que substituam as mais de cinco
mil obsoletas e subdimensionadas (a 2,5 milhões de euros cada uma), mais
mil creches inexistentes (a 1 milhão de euros cada uma), mais mil centros de
dia para os nossos idosos (a 1 milhão de euros cada um).

Ainda sobrariam cerca de 3,5 mil milhões de euros para aplicar em muitas
outras carências, como a urgente reabilitação de toda a degradada rede
viária secundária.


*CABE ao
Governo REFLECTIR. *



*CABE à Oposição
CONTRAPOR.*
 

*CABE AOS CIDADÃOS
MANIFESTAREM-SE!!! *



*CABE À TUA
CONSCIÊNCIA REENCAMINHAR OU DEIXAR FICAR **.*

sinto-me:
tags:
publicado por raiodemundo às 11:53
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 3 de Outubro de 2007

Frase do dia

«Os políticos e as fraldas devem ser mudados frequentemente e pela
mesma razão.»
sinto-me:
publicado por raiodemundo às 23:40
link do post | comentar | favorito
|

.Pesquisa

Google

.PubliGoogle

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Para quando a mesma corag...

. Estado incentiva sequestr...

. Que justiça é esta?

. 2017

. Hollande está de parabéns

. Diferenças entre chefe e ...

. Roubar os filhos de outro...

. Feliz Natal 2016

. São sopeiras da maledicên...

. Soma e segue

.arquivos

. Julho 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.PubliGoogle

.tags

. todas as tags

.PubliGoogle

.BannerPublipt

.BannerClixSense

.subscrever feeds