Sábado, 31 de Março de 2007

CARTAZ POLÉMICO NO MARQUÊS DE POMBAL

CARTAZ POLÉMICO NO MARQUÊS DE POMBAL
 
do PNR (Partido Nacional Renovador) pode ser polémico pois imigração não é necessariamente mau, Portugal foi construído com imigrantes vindos do antigo Reino das Astúrias, mas irritante é as ideologias de esquerda acharem-se donas da sabedoria e justeza (como não tivessem telhados de vidro), e querer proibir tudo que não gostam. Mas o politicamente correcto demais das vezes é castrador da verdade, e dá substituições ridículas. Não ajudando a procura de soluções que a todos agradem e sejam equilibradas.
sinto-me:
publicado por raiodemundo às 17:46
link do post | comentar | favorito
|

Mais polémicas!

Ao longo desta semana incríveis reacções a um mero programa de entretenimento, só porque foi escolhido um antigo governante, que não foi mais tirano que outros do passado português, mas só porque é recente levanta tanta polémica, mas em segundo lugar ficou um potencial tirano potencialmente pior do que o anterior.
 
Sim porque o comunismo é fascismo de cor vermelha tantas são as semelhanças entre o sistema de poder que cada encarna.
 
Cunhal só não transformou Portugal num dos satélites do império soviético por não ter conseguido, vem o tentou.
 
Se Salazar foi escolhido seja mobilização em reacção ao fascista vermelho não ser o vencedor, fosse para dar o exemplo de um estadista que não encheu os bolsos como fazem os corruptos “democráticos” deste regime que em 30 anos não conseguiram o terceiro DDD prometido (e os outros mal), incompetência de uma classe de politiqueiros que para mordomias estão sempre prontos, mas visão de estado népia. Mas a desculpa é a culpa é sempre do anterior governo ou mesmo do anterior regime, mesmo que longínquos 30 anos (uma geração).
 
Para mim este país só sai da pouca torta quando a geração abrilista (20 ou mais anos no 25 de Abril) de políticos e funcionários públicos sair do caminho, reforma ou morte. Exemplos tenho de maus funcionários públicos, e sempre dessa geração, mal habituados ao trabalho, regalias e direitos mas poucos deveres.
 
“Neste país, o principal e mais fundo perigo ambiental é a má qualidade governativa.” (in Única Expresso nº1795 pág.107) Frase verdadeira em todos campos, não só ambiental.
 
sinto-me:
publicado por raiodemundo às 17:30
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 11 de Março de 2007

Ocultando a verdade

Quem enganou o zé-povinho e o fez de lorpa; aqui temos um opinião expressa no jornal Expresso de 10.03.07
O cirurgião responde às afirmações de Edite Estrela sobre o aborto. Lembra que uma meia-verdade consegue ser ainda mais enganadora, do que uma completa mentira
Quem enganou quem?"
 
 
António Gentil Martins
      O recente referendo sobre o aborto fez-merecordar um velho filme intitulado 'Com a verdade me enganas'. Vem isto a propósito das afirmações da dra. Edite Estrela (uma das 'estrelas mediáticas' do Movimento pelo 'sim'... ), nos comentários que se seguiram ao conhecimento dos resultados do referendo e que, aliás, tinha sido usado na campanha que o precedeu.
      Já um conhecido político inglês, (Benjamin Disraeli 1804-1881), afirmara que as estatísticas podem representar a maior das mentiras. E a realidade é que, uma meia-verdade consegue por vezes ser ainda mais enganadora, nefasta e perversa, do que uma completa mentira.
      Afirmou a dra. Edite Estrela, ao querer contestar a minha afirmação (baseada nos números oficiais do Eurostat), que a liberalização do aborto levou sempre ao aumento do seu número... que tal não era verdade!
      E deu como exemplo a Dinamarca (já que em relação aos números de Espanha não se quis pronunciar, certamente por saber que não lhe eram favoráveis e por larga margem..., já que, acreditamos, tenha estudado o assunto, antes de se meter a fazer campanha pelo 'sim').
      Para ver quem, esperemos que inadvertidamente, enganou quem, basta citar que Edite Estrela se referiu ao número de abortos praticados após a lei de aborto a pedido (1973) ser implementada, 'esquecendo' que, embora com algumas regras, havia uma lei anterior que já o permitia, e essa, datada de 1959!
      Ora, foi após essa lei, que "o aborto aumentou drasticamente", passando de 3918 em 1960 para 24.868 em 1973 (ou seja, aumentou 635%!). E também parecerá evidente que a proporção de nascimentos/abortos terá sempre que atingir um limite superior, dificilmente ultrapassável. Isto sem falar já, que a introdução da chamada pílula do dia seguinte fará com que muitos dos abortos, praticados sem recurso aos hospitais, fiquem por declarar: e assim o número destes parecerá diminuir! E nem sequer vale a pena referir, de tão óbvio, que até um melhor planeamento familiar e uma melhor contracepção, deveriam, só por si, ter tido o mesmo efeito!
       De facto, em 2005 o número de abortos registados foi de 15.103 ('apenas' 385% mais do que em 1960!). Mas, se a proporção abortos/nascimentos era de 4,9% em 1960 e em 1973 de 27,9%, não podem restar dúvidas sobre 'os reais efeitos' da facilitação do aborto.
       Em 2005 a percentagem foi registada como sendo de 19%. Porém, esta aparente diminuição não esclarece que a natalidade em 1983 foi de apenas 50.822 (contra 71.321 em 1973) e que portanto as mulheres na idade mais fértil (entre os 20 e os 35 anos) eram em 2005, em muito menor número: Tomando isso em consideração facilmente se conclui que a verdadeira percentagem nascimentos/abortos, será, de facto, muito semelhante à de 1973 (27,9%).
Cirurgião Pediátrico e Plástico, ex-presidente da Ordem dos Médicos e da Associação Médica Mundial
 
sinto-me:
tags:
publicado por raiodemundo às 17:55
link do post | comentar | favorito
|

Estado falta aos seus deveres

Nem quis acreditar; as vítimas de pequenos furtos não se podem queixar-se de roubo, ou fazem justiça por próprias mãos ou são assaltados uma segunda vez, desta pelo próprio estado.
 
Que tempos estes.
 
Em Nova Iorque existiu uma politica de tolerância zero, pequenos crimes ou distúrbios pagavam caro, seguia-se a filosofia de com pequenos furtos os criminosos depois passavam aos maiores. Aqui as “mentes esclarecidas” querem obrigar as vítimas a não apresentarem queixa, para que crimes desapareçam por artes mágicas das estatísticas; assim podendo poupar dinheiro e trabalho ás policias e tribunais.
 
Mas julgam que tampam o Sol com uma peneira; querem fazer dos portugueses uns parvos ou quê?
Mais uma merda destes políticos de merda.
Raio de mundo este!
sinto-me:
publicado por raiodemundo às 17:01
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 5 de Março de 2007

É crime ou não?

É crime ou não?

 

A pretexto de polémica de dias atrás; a ONU recomendava o fim das “salas de chuto” (até o nome é idiota), por causa de dúbia mensagem que transmite aos cidadãos, cá algumas opiniões “doutas” não concordam, que assim se controla a saúde pública (mas o problema é deles, foi isso que escolheram para suas vidas). Mas se é crime as drogas e sua obtenção, então como é que se pode “passar a mão pelas costas” aos consumidores que a obtêm e estimulam esse mesmo tráfico com a sua acção. A menos que o estado ou esses defensores estejam a pretender ensaiar uma legalização das mesmas, até talvez sob seu monopólio; negócio que ajudaria a equilibrar as contas do estado. Como no tabaco. É que a hipocrisia fica muito bem e recomenda-se. É incrível como existe pessoas burras ou que julgam fazer dos outros burros; principalmente entre os partidos chamados da esquerda, que de progressistas não têm nada.

sinto-me:
publicado por raiodemundo às 10:47
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 3 de Março de 2007

Frase do dia

As pessoas que falam muito costumam mentir,
porque acabam esgotando seu estoque de verdades.
Millôr Fernandes
sinto-me:
publicado por raiodemundo às 14:45
link do post | comentar | favorito
|

.Pesquisa

Google

.PubliGoogle

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Islã – A Ameaça Contempor...

. E porque não ?

. Para quando a mesma corag...

. Estado incentiva sequestr...

. Que justiça é esta?

. 2017

. Hollande está de parabéns

. Diferenças entre chefe e ...

. Roubar os filhos de outro...

. Feliz Natal 2016

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Julho 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.PubliGoogle

.tags

. todas as tags

.PubliGoogle

.BannerPublipt

.BannerClixSense

.subscrever feeds